Notícias

 Geral
26/05/2020

Como a Sercon pode ajudar sua empresa contra o coronavírus?

Entenda como aplicar as medidas de prevenção e conte com o apoio de especialistas em Saúde e Segurança do Trabalho no combate à Covid-19


Todos os dias somos bombardeados com informações sobre a evolução da Covid-19 no país. Enquanto o número de mortes ultrapassa a barreira das dezenas de milhares, promessas de cura e notícias falsas se espalham pelas redes. Em meio a isso, empresas precisam se manter em funcionamento, respeitando as regras sanitárias e de segurança adotadas por municípios e estados.

Preocupada com esse cenário, a Sercon tem utilizado seus 30 anos de experiência no mercado de Saúde e Segurança do Trabalho para auxiliar seus clientes desde o início da pandemia. Toda uma linha de serviços foi desenvolvida para que as empresas possam minimizar as possibilidades de contaminação nos locais de trabalho. Veja como podemos te ajudar nesse momento de tanta incerteza:

Antes de falar sobre cada um desses serviços, precisamos conversar sobre a própria Covid-19. Vamos mostrar porque é tão importante manter as medidas de proteção e qual o papel das empresas nesse cenário.

O que é a Covid-19?

A Covid-19 é uma doença contagiosa que afeta predominantemente o sistema respiratório dos seres humanos. É causada pela mutação de um tipo de coronavírus, identificado pela primeira vez no final de 2019 em Wuhan, na China.

Os coronavírus são uma grande família de vírus identificada desde a década de 1960, que podem causar doenças em humanos e animais. Nos últimos anos, duas variações também trouxeram preocupação para o mundo: a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars – 2002 a 2004) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers – 2012). Nenhuma delas, porém, atingiu a mesma escala da Covid-19.

Sintomas da Covid-19

É comum confundir a Covid-19 com uma gripe, pois os sintomas são semelhantes durante o estágio inicial da doença. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria dos pacientes (80%), inclusive, se recupera sem tratamento hospitalar. Mas algumas pessoas podem apresentar complicações e exigem atenção. Fique atento aos sintomas:

Sintomas comuns

  • Febre;
  • Tosse seca;
  • Cansaço.

Outros sintomas

  • Dor de cabeça e no corpo, de forma geral;
  • Congestão nasal;
  • Conjuntivite;
  • Dor de garganta;
  • Diarreia;
  • Perda de olfato e paladar;
  • Erupções cutâneas ou descoloração dos dedos.

Sintomas que exigem cuidados médicos imediatos

  • Dificuldade para respirar;
  • Respirações mais curtas do que o normal;
  • Perda de fala e de movimentos.

A experiência ao redor do mundo tem mostrado que idosos e portadores de pressão alta, doenças cardíacas ou pulmonares, diabetes e câncer têm maior risco de atingir um estágio mais grave da Covid-19.

Infográfico produzido pelo Ministério da Saúde

Preciso de atendimento médico?

Em caso de sintomas leves, a recomendação do Ministério da Saúde é manter o isolamento por pelo menos 14 dias e permanecer em tratamento domiciliar. O procedimento deve ser o mesmo previsto para a gripe, que inclui hidratação, repouso e uso de medicamentos para dor e febre.

Se não houver melhora nos sintomas ou houver dificuldade para respirar, confusão mental ou dor/pressão no peito, é preciso buscar um médico imediatamente.

Qual o papel das empresas?

Enquanto muitas delas liberaram seus funcionários para trabalhar em casa, outras não têm essa opção e precisam manter suas atividades presenciais em meio à pandemia. Para cuidar da saúde dos colaboradores e clientes, essas empresas precisam seguir um rígido controle de segurança, minimizando os possíveis pontos de transmissão do novo coronavírus.

Além disso, é preciso ficar atento. Se comprovado o nexo causal, a Covid-19 pode ser considerada como doença ocupacional. Isso permitiu, por exemplo, que os trabalhadores de setores essenciais que forem contaminados tenham acesso a benefícios como o auxílio-doença do INSS.

Como podemos ajudar as empresas?

Usando sua experiência na área de Segurança e Saúde do Trabalho, a Sercon está pronta para oferecer uma solução adequada à realidade da sua empresa – seja durante o período de isolamento ou na reabertura das operações. Conheça um pouco mais de cada um dos serviços oferecidos:

Desenho de Plano de Contingência

A partir de um diagnóstico completo da atual situação da empresa, são elencados todos os riscos presentes no ambiente de trabalho e como é possível minimizá-los para garantir a segurança dos empregados. É um serviço exclusivo, que leva em conta as particularidades de cada negócio e pode envolver desde o monitoramento dos riscos até a recomendação de sanitização das áreas e redesenho de processos, por exemplo.

Protocolos de segurança para o ambiente de trabalho

Com a pandemia, novas regras de segurança serão necessárias para cada atividade. A Sercon está pronta para analisar cada situação e desenhar esses novos protocolos, de modo a manter a qualidade das atividades desenvolvidas e preservar as vidas envolvidas.

Acompanhamento via telemedicina e atendimento psicológico a distância

O isolamento social exigiu que algumas atividades fossem adaptadas. Pensando nisso, a Sercon está oferecendo dois serviços a distância para seus clientes.

A equipe médica está realizando atendimentos por vídeo para quem estiver com suspeita de coronavírus, de modo a desafogar os hospitais e oferecer um canal seguro para uma consulta médica especializada.

Mas como não é só a saúde física que está sendo afetada nesse período, a Sercon também disponibiliza um atendimento psicológico online para clientes, colaboradores e demais interessados. Assim, é possível contribuir com os cuidados mentais nesse momento de incertezas.

Veja mais: Atendimento psicológico a distância | Teleatendimento médico

Orientações e esclarecimentos sobre a Covid-19

Desde o início da pandemia, os canais de comunicação da Sercon estão abertos para que os clientes possam tirar todas as dúvidas sobre as medidas de SST a serem seguidas e sobre a própria Covid-19. Você pode falar com a gente pelo formulário do site ou pelo telefone (31) 3271-3267.

Apresentação à Cipa da empresa

Além de criar os procedimentos de SST para enfrentamento da pandemia, é preciso preparar as equipes que lidarão diretamente com o problema. A Sercon possui treinamentos exclusivos para integrantes de Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) e para as demais áreas da empresa.

Testes de Covid-19

Testar os funcionários é uma forma de criar um ambiente mais seguro contra a Covid-19. E, para ajudar seus clientes, a Sercon oferece esse serviço. São quatro testes disponíveis:

  • Coronavírus, detecção por PCR (swab nasofaríngeo), com resultado em até 6 dias úteis;
  • Sorologia para Covid-19 Anticorpos anti-SARS-CoV-2 IgA e IgG, com resultado em 48 horas;
  • Sorologia para Covid-19 Anticorpos anti-SARS-CoV-2 IgG, com resultado em 48 horas;
  • Teste rápido qualitativo IgG e IgM anti-Covid-19 – resultado em 2 horas.

Estamos prontos para ajudar a sua empresa no que for necessário, mantendo sempre o foco na saúde e na segurança dos funcionários e clientes. Entre em contato para que possamos conversar e avaliar as suas necessidades.

Parcerias

Para realizar os testes de Covid-19 com mais segurança e eficiência, a Sercon realizou parcerias com o Laboratório Lustosa e com a Biocon Diagnósticos. Assim será possível saber qual o real impacto da pandemia na sua empresa e determinar quais as melhores ações a serem tomadas para combater a disseminação da doença.

Mais Notícias

 Medicina do Trabalho

26/08/2021
Vacina contra a Covid-19 é obrigatória nas empresas?
Entenda a importância da vacinação e conheça as decisões acerca da obrigatoriedade

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Entrada em vigor das novas normas regulamentadoras é adiada para 2022
Saiba quais foram incluídas no cronograma anunciado pelo governo federal

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
SST na mineração: obrigações das empresas
Como manter trabalhadores protegidos em um setor essencial para a economia brasileira

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Limites de tolerância a ruídos no trabalho
O que a legislação diz sobre o tema e como as empresas podem se adequar