Notícias

 Eng. de Segurança do Trabalho
19/07/2017

Comunicar melhor: o papel da Ordem de Serviço

Entenda como tornar o documento mais eficaz para sua empresa


Para uma boa comunicação no ambiente de trabalho, é importante sistematizar métodos. Nesse sentido, a Ordem de Serviço é um importante instrumento de orientação e gestão da Segurança do Trabalho de uma empresa.

O que é uma Ordem de Serviço?

 A Ordem de Serviço é um documento utilizado pela empresa para se comunicar com o funcionário. Constam dela os procedimentos que devem ser cumpridos na tarefa determinada. É por meio dela também que o funcionário se compromete a seguir as medidas de segurança adotadas pela empresa contratante.

Visando a conscientização do trabalhador, a Ordem de Serviço registra as atividades desempenhadas por determinado grupo de colaboradores e formaliza o comprometimento dos envolvidos em executá-las conforme as normas de segurança.

Legislação

 Segundo o Capítulo V da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), artigo 157, inciso II, cabe às empresas:

 “os empregados, através de ordens de serviço, quanto às precauções a tomar no sentido de evitar acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais.”

 Ainda conforme a Norma Regulamentadora nº 1 da Portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978, no item 1.7, alínea b, cabe ao empregador:

“Elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência aos empregados por comunicados, cartazes ou meios eletrônicos.”

Portanto, a lei é bem clara no que diz respeito à Ordem de Serviço. Desde que devidamente elaborado pela empresa, o documento torna a comunicação com o colaborador mais eficiente.

Importância e elaboração de uma Ordem de Serviço

Normalmente, a Ordem de Serviço é emitida pelo gestor da área correspondente à atividade solicitada. O documento lista as atividades que serão desenvolvidas na empresa e assegura o respeito às condições de trabalho previstas na política de SST (Saúde e Segurança no Trabalho). Independentemente do fato de a atividade descrita na OS ser prestada interna ou externamente, a política de SST deve ser respeitada em todas as etapas.

De uma Ordem de Serviço devem constar a função do funcionário, o setor, a descrição de todas as atividades exercidas, os riscos profissionais, os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) necessários, além das recomendações e normas a serem seguidas, segundo Wanderson Bonanno, engenheiro de segurança da SERCON. “A Ordem de Serviço estabelece um compromisso do empregado com a empresa, por meio da qual ele toma conhecimento das atividades de forma ampla. Cada empresa elabora esse documento conforme as peculiaridades, os riscos e as normas previstas para seu funcionamento e atividades que realiza”, explica.

Bonanno acrescenta que a Ordem de Serviço deve ser entregue por um técnico de segurança ou por quem supervisiona o trabalho. “Geralmente, a OS é entregue no ato de contratação, pelo setor de Recursos Humanos. É preciso garantir que ela não seja tratada apenas como mais um documento a ser assinado”, destaca. E exemplifica: “No caso de uma atividade que sujeite o trabalhador a risco de ruído, o uso de protetor auricular é obrigatório. Isso deve estar descrito na OS.”

Agora que você já sabe o que é uma Ordem de Serviço, que tal conhecer o papel do perito assistente técnico e o que temos feito pela sua empresa? Acesse nossa página de serviços.

Mais Notícias

 Medicina do Trabalho

26/08/2021
Vacina contra a Covid-19 é obrigatória nas empresas?
Entenda a importância da vacinação e conheça as decisões acerca da obrigatoriedade

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Entrada em vigor das novas normas regulamentadoras é adiada para 2022
Saiba quais foram incluídas no cronograma anunciado pelo governo federal

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
SST na mineração: obrigações das empresas
Como manter trabalhadores protegidos em um setor essencial para a economia brasileira

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Limites de tolerância a ruídos no trabalho
O que a legislação diz sobre o tema e como as empresas podem se adequar