Notícias

 Eng. de Segurança do Trabalho
19/06/2017

Perito assistente técnico: por que ele é tão importante?

Entenda o papel do profissional e a importância de sua contratação


Você sabia que o perito assistente técnico tem papel essencial na interpretação das provas periciais? E que este é o profissional habilitado para verificar diferentes hipóteses de análise da matéria factual apontada pelo reclamante? Neste texto, vamos esclarecer como atua esse profissional, que é responsável pela interface com o perito judicial.

Diferença entre perito assistente técnico e perito judicial

O perito judicial atua como auxiliar da justiça e possui uma visão sistêmica das diferentes áreas demandadas judicialmente. Espera-se que ele conduza as provas de forma a esclarecer adequada e imparcialmente os fatos jurídicos para o Juízo. Mas tão importante quanto a atuação do profissional nomeado pelo juízo é a do perito assistente técnico, que organiza a matéria técnica de modo que não sobressaia somente o entendimento do perito judicial.

O assistente técnico acompanha o processo de elaboração da prova pericial e desenvolve sugestões e hipóteses possíveis, a partir de conhecimento técnico especializado. Cabe a ele realizar essa tarefa com presteza para verificar diferentes hipóteses de abordagem do conteúdo da prova pericial, de modo a possibilitar que o perito nomeado pelo juízo alcance diferentes interpretações dos fatos judiciais sob análise.

A importância da contratação de um perito assistente técnico

O trabalho do perito assistente técnico não se limita, entretanto, à elaboração de um laudo independente e/ou divergente do laudo pericial. O assistente técnico deve diligenciar a perícia judicial para esclarecer aspectos factuais com base não apenas na ótica geral, mas da parte que o contratou. A empresa que não possui um assistente técnico especializado, ao receber uma visita investigativa, não tem, portanto, respaldo técnico para questionar riscos apontados pelo perito judicial.

Wanderson Bonanno, engenheiro de segurança da SERCON, explica que em uma perícia de Segurança do Trabalho, por exemplo, o Equipamento de Proteção Individual (EPI) pode ser avaliado. “Dentre os pontos a serem analisados, podem ser conferidos a validade, as condições do equipamento, o tempo de uso, a periodicidade e o prazo de troca. Cabe ao assistente técnico interferir em interpretações que não estejam alinhadas aos conhecimentos técnicos da Engenharia de Segurança”, afirma.

O engenheiro explica ainda que em uma avaliação de ruído realizada de forma pontual, a atuação do assistente técnico é essencial: “Tecnicamente, a dosimetria de ruídos deve ser realizada durante o período laboral. Quando feita pontualmente, as realidades apresentadas em laudo serão diferentes. O assistente técnico tem, portanto, o papel de trazer confiabilidade técnica à perícia. ”

Para contratar um perito assistente técnico

Esperamos que com este texto você tenha compreendido o papel do perito assistente técnico, responsável por preparar os quesitos iniciais, verificar documentações, avaliar as condições reais de trabalho do reclamante e preparar documentos a serem entregues ao perito judicial. Acesse nossa página de serviços e confira tudo o que podemos fazer por sua empresa!

Mais Notícias

 Medicina do Trabalho

26/08/2021
Vacina contra a Covid-19 é obrigatória nas empresas?
Entenda a importância da vacinação e conheça as decisões acerca da obrigatoriedade

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Entrada em vigor das novas normas regulamentadoras é adiada para 2022
Saiba quais foram incluídas no cronograma anunciado pelo governo federal

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
SST na mineração: obrigações das empresas
Como manter trabalhadores protegidos em um setor essencial para a economia brasileira

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Limites de tolerância a ruídos no trabalho
O que a legislação diz sobre o tema e como as empresas podem se adequar
Abrir o chat
Precisa de ajuda?