Notícias

 Eng. de Segurança do Trabalho
25/05/2016

Cuidado nas alturas

A NR 35 e seu papel na redução da ocorrência de acidentes com risco de queda relacionado ao trabalho em altura


Quedas em atividades executadas acima de 2 metros do chão ou nível inferior são uma das principais causas de acidentes de trabalho graves e fatais, de acordo com o Ministério do Trabalho e da Previdência Social (MTPS). Os riscos das atividades realizadas em altura estão presentes em vários setores e tipos de tarefas, principalmente no setor de construção civil. O empregador tem responsabilidades a arcar e deve ser um agente da prevenção desse tipo de acidente. Para auxiliá-lo, o MTPS emitiu a Norma Regulamentadora nº 35 para Trabalhos em Altura, publicada em 2012.

“A Norma de Segurança é um balizador para o trabalhador, mas não significa que os acidentes vão parar de ocorrer. O documento determina um patamar mínimo de segurança, tem um aspecto educador e informativo e é uma ferramenta para as empresas e para a inspeção do trabalho. A obrigação de proporcionar segurança ao empregado independe desta norma, todavia, ela traz diretrizes, orientações, parâmetros para serem seguidos relacionados ao trabalho em altura”, explica Wanderson Bonanno, engenheiro de Segurança do Trabalho da Sercon.

Bonanno ressalta que o não cumprimento desta obrigação imputa ao infrator uma multa. A norma é, portanto, uma ferramenta para nortear uma conduta, por parte da empresa. É também uma maneira de tornar mais objetivo o trabalho de fiscalização, geralmente feita pelo próprio MTPS e por prefeituras municipais, dentre outros. Além da possibilidade de perdas irreversíveis e morte, a empresa que não cumprir a Norma 35 ainda pode responder a processos de indenização e ações regressivas movidas pela Previdência Social.

Mais Notícias

 Medicina do Trabalho

26/08/2021
Vacina contra a Covid-19 é obrigatória nas empresas?
Entenda a importância da vacinação e conheça as decisões acerca da obrigatoriedade

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Entrada em vigor das novas normas regulamentadoras é adiada para 2022
Saiba quais foram incluídas no cronograma anunciado pelo governo federal

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
SST na mineração: obrigações das empresas
Como manter trabalhadores protegidos em um setor essencial para a economia brasileira

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Limites de tolerância a ruídos no trabalho
O que a legislação diz sobre o tema e como as empresas podem se adequar