Notícias

 Medicina do Trabalho
12/01/2021

Alerta para segunda onda de Covid-19 no Brasil

Aumento de casos e de óbitos impõe necessidade de manter cuidados enquanto uma vacina definitiva não é aprovada


Muitos países europeus, asiáticos e norte-americanos precisaram retomar as restrições sociais impostas pela Covid-19 em razão de uma nova onda da doença iniciada nos meses de inverno do hemisfério norte. Atividades que antes funcionavam de forma controlada, como bares e restaurantes, foram novamente fechadas ou submetidas a toque de recolher. Dados mostram, inclusive, que o novo surto já causou mais mortes do que o primeiro.

No Brasil, o aumento dos casos também preocupa. Em dezembro de 2020, a maioria dos estados registrou alta no índice de contágio e de óbitos por Covid-19. Em 29 de dezembro, o país registrou 1.075 mortes em um intervalo de 24 horas, número mais alto desde 15 de setembro. O Imperial College de Londres também alerta para o aumento dos números. Até 15 de dezembro, a taxa de transmissão no país estava em 1,13 – ou seja, a cada 100 pessoas com o vírus, 113 podem ser infectadas.

E a tendência é de piora. Segundo especialistas da área, as festas de fim de ano devem causar mais um pico nos casos, com consequências piores do que no início da pandemia. Apesar dessa alta não ser considerada uma segunda onda, serve de alerta para todos reforçarem os cuidados preventivos e as medidas de segurança, de modo a evitar um novo colapso do sistema de saúde brasileiro.

Para as empresas que não pararam ou já retomaram as atividades presenciais, é importante combinar essas medidas com o distanciamento social e a realização de testes constantes para identificar casos e contatos. O aumento dos números já é uma realidade que pede atenção da população em geral.

Leia mais: Teste para Covid-19 na Sercon

Como manter a prevenção no ambiente de trabalho

Adotar medidas para combater e controlar a Covid-19 é uma das obrigações das empresas neste momento. É delas a responsabilidade por garantir a saúde e a segurança dos trabalhadores, diminuindo o risco de contágio e estabelecendo as normas a serem seguidas por colaboradores e clientes.

Para criar um plano de prevenção eficiente, porém, as organizações devem se pautar nas recomendações e nos dados de órgãos de referência, como Anvisa ou Ministério da Saúde. As companhias que possuem ambientes mais suscetíveis ao vírus ou cujos colaboradores utilizam transporte público devem criar protocolos internos exclusivos para reduzir os casos ou adotar a possibilidade do trabalho remoto. Veja mais algumas ações simples que ajudarão a garantir o bem-estar de todos:

  1. Instrua a equipe

Dissemine informações, promova treinamentos e estimule a higienização e os hábitos de prevenção. É possível criar uma ponte entre empresa e funcionário por meio de campanhas internas e comunicados gerais. Companhias que mantêm equipes internas de Medicina do Trabalho e de Gestão de Pessoas podem se valer delas para contribuir com a disseminação de informações de qualidade e instrutivas para todos os colaboradores.

  • Promova uma cultura de higiene

Com o auxílio das ações de comunicação interna, reforce para os funcionários a importância de lavar as mãos com frequência e ensine a maneira correta. Disponibilize álcool em gel em pontos estratégicos e forneça máscaras e toalhas descartáveis para que não haja possibilidade de transmissão.

  • Adote um protocolo de segurança

As empresas devem estar preparadas para casos de infecção. Quando um caso for identificado, é preciso ter um planejamento que priorize a saúde e segurança de todos, prevendo o afastamento e o isolamento do funcionário até que a possibilidade de transmissão seja nula. A postura proativa da empresa mediante o surgimento de novos casos é primordial no controle da doença no ambiente organizacional.

Leia mais: Controle da temperatura é a melhor forma de monitorar a Covid-19?

Como a Sercon pode ajudar a sua empresa

Desde o início da pandemia, os especialistas da Sercon se juntaram para traçar estratégias que apoiassem as empresas no controle da pandemia e na aplicação de medidas de segurança para o combate à Covid-19. Diversas soluções e ações, como o Selo Escritório Mais Seguro, foram criadas para que a saúde e segurança de todos os colaboradores fossem mantidas. Clique no botão abaixo e veja como podemos te ajudar.

Mais Notícias

 Psicologia Ocupacional

12/01/2021
Os riscos do home office
Modalidade de trabalho a distância pode ocasionar problemas físicos e mentais que devem ser minimizados pelas empresas

 Eng. de Segurança do Trabalho

12/01/2021
O que esperar do eSocial simplificado?
Nova versão do sistema elimina exigências, diminui a quantidade de dados necessários e facilita o envio de informações a partir de 2021

 Medicina do Trabalho

12/01/2021
Alerta para segunda onda de Covid-19 no Brasil
Aumento de casos e de óbitos impõe necessidade de manter cuidados enquanto uma vacina definitiva não é aprovada

 Eng. de Segurança do Trabalho

12/01/2021
PGR: Como funciona o Programa de Gerenciamento de Riscos?
Atualização da NR 1 traz mudanças de impacto para as empresas, que devem ser observadas para evitar transtornos futuros