Notícias

 Medicina do Trabalho
02/09/2016

Alcoolismo: vamos falar sobre isso?

Doença pode trazer consequências graves ao ambiente corporativo; empresas devem ficar atentas


O alcoolismo é um grave problema social e, no ambiente corporativo, o empregador pode se deparar com situações clássicas que derivam dele, como apresentação constante de atestados, queda na produtividade, acidentes de trabalho e agressões, entre outras.

O abuso do álcool tem motivado as empresas brasileiras a implantarem o Programa de Alcoolismo na Empresa (PAE), que tem como objetivo o diagnóstico precoce e o encaminhamento ao tratamento adequado, que, normalmente,  engloba três etapas:

– identificação da doença pelo médico da empresa, após entrevista com o empregado;
– desintoxicação do doente, durante três a dez dias, em ambulatório ou hospital;
– reabilitação do paciente, em longo prazo, com acompanhamento de terapeuta.

Dependência X Abuso

Abuso de álcool e dependência são coisas distintas. Condições de trabalho insalubres, problemas com colegas e superiores e conflitos pessoais podem levar ao abuso da substância sem, necessariamente, caracterizar dependência.

O consumo elevado de álcool pode ser caracterizado como dependência se o empregado apresentar desejo intenso ou compulsão para ingerir álcool, tolerância à substância, sinais de síndrome de abstinência, dificuldades em se recuperar da última bebedeira, desejo de controlar, sem sucesso, a quantidade que se bebe, distúrbios gastrointestinais, dentre outros.

Embora a cura para o alcoolismo não exista – o doente deve manter-se abstêmio pelo resto da vida –,  tratamentos para que se consiga superar a dependência e as compulsões existem e podem ser proporcionados por organizações atentas. O investimento em um tratamento individual pode trazer benefícios coletivos.

Mais Notícias

 Medicina do Trabalho

26/08/2021
Vacina contra a Covid-19 é obrigatória nas empresas?
Entenda a importância da vacinação e conheça as decisões acerca da obrigatoriedade

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Entrada em vigor das novas normas regulamentadoras é adiada para 2022
Saiba quais foram incluídas no cronograma anunciado pelo governo federal

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
SST na mineração: obrigações das empresas
Como manter trabalhadores protegidos em um setor essencial para a economia brasileira

 Eng. de Segurança do Trabalho

26/08/2021
Limites de tolerância a ruídos no trabalho
O que a legislação diz sobre o tema e como as empresas podem se adequar